junho 30, 2022
Rua Cuiabá, 372, Centro - Camapuã/MS
Musica

Sócia na KondZilla, Alana Leguth quer fortalecer as mulheres no funk

65 milhões de inscritos no canal do Youtube e 36 bilhões de visualizações, mais de 1.600 clipes lançados e 20 artistas agenciados. Os números são de uma das principais produtoras de funk do Brasil, e portanto do mundo: a KondZilla. Gravadora de músicas e videoclipes, séries e publicidade, é também o maior canal do YouTube no país e o maior de música da América Latina. Por trás de todos esses marcos, além do fundador, Konrad Dantas, 33 anos, está Alana Leguth, 33, sua mulher e sócia-diretora na KondZilla.

Alana recebeu a reportagem de Marie Claire no estúdio cor de rosa da HERvolution, projeto dentro da KondZilla, idealizado e dirigido por ela para incluir mulheres no meio musical. O espaço de três andares é discreto, e quem passa pela rua residencial do bairro do Tatuapé, na zona leste de São Paulo, poderia sequer perceber a produtora ali. Ela estava acompanhada de Olavo, o bulldogue francês que não desgruda durante toda a entrevista. “Em primeiro lugar, sou mãe dele”, diz enquanto o cãozinho ronca alto aos seus pés.

Alana e Konrad se conheceram aos 19 anos no Guarujá, litoral de São Paulo, num bar após a apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso de um amigo em comum. Começaram a namorar dois anos depois.

Konrad cresceu com o irmão e a mãe, professora de escola pública, na Vila Santo Antônio, periferia do Guarujá. Apaixonado por música, aos 11 anos queria ser rapper e começou a produzir as primeiras composições. Achou que era tímido demais para os palcos, então acabou migrando para o audiovisual. Com o dinheiro do seguro de vida da mãe, que morreu de forma precoce após sofrer um aneurisma cerebral, resolveu mudar-se para São Paulo e estudar computação gráfica. “Era o único do curso que não sabia falar inglês, que nunca tinha morado fora”, contou no Podcast de Música. Foi trabalhar como estagiário numa pós-produtora e comprou a primeira câmera. Começou filmando e editando vídeos de esportes radicais com amigos atletas na Baixada Santista. Daí foi para videoclipes. Em 2011, fundou a KondZilla.

Leave feedback about this

  • Quality
  • Price
  • Service

PROS

+
Add Field

CONS

+
Add Field
Choose Image
Choose Video