junho 30, 2022
Rua Cuiabá, 372, Centro - Camapuã/MS
Esporte

Sem Vila como alçapão, Santos já começa olhar para baixo na tabela do Brasileiro

Dos últimos nove pontos disputados em casa pelo Brasileirão, o Santos só somou três e não consegue mais fazer a Vila Belmiro de alçapão. Aquele time que era 100% como mandante sob comando de Fabián Bustos parece cada vez mais distante.

O último vacilo aconteceu na última quarta-feira, diante do Internacional, num jogo em que o time teve mais sorte (e a noite inspirada de João Paulo) do que juízo no empate por 1 a 1.

E esses problemas dentro de casa já fazem o time olhar para a parte de baixo da tabela de classificação do Brasileirão.

Com 13 pontos ganhos, o Santos ocupa a décima colocação – ainda pode perder mais duas posições ao fim da rodada – e vê a distância para a zona de rebaixamento ser de apenas dois pontos. O Cuiabá, primeiro time do Z-4, soma 11.

A situação, porém, poderia ser pior se João Paulo não fosse mais uma vez o nome do Peixe dentro de campo. O goleiro fez pelo menos cinco defesas difíceis no confronto diante do Internacional e foi considerado o Craque do Jogo em votação da TV Globo.

É fato que a equipe comandada por Bustos também teve algumas oportunidades de vencer, mas o perigo de sofrer mais gols sempre esteve perto, e é necessário ligar um sinal de alerta para a sequência do torneio.

Veja defesas de João Paulo em Santos x Inter

Brigar contra o rebaixamento em um campeonato tão equilibrado como esse não seria nenhum absurdo pelo que o time tem apresentado.

Os dois próximos jogos são fora de casa – Atlético-MG e Juventude – e o Peixe terá o grande desafio de mudar um cenário em que tem demonstrado muita dificuldade: jogar como visitante.

Dos quatro jogos longe da Vila Belmiro, o Santos só somou dois pontos e, neste momento, tem apenas a 17ª campanha dos pontos ganhos como visitante.

Os dois próximos duelos podem ser determinantes para saber em qual parte da tabela o Peixe vai brigar. Por enquanto, as perspectivas não são as melhores, e Bustos terá trabalho para fazer a equipe reagir enquanto não seja tarde.

A reação pode começar no próximo sábado, às 19h, diante do Atlético-MG, no Mineirão.

Leave feedback about this

  • Quality
  • Price
  • Service

PROS

+
Add Field

CONS

+
Add Field
Choose Image
Choose Video