julho 2, 2022
Rua Cuiabá, 372, Centro - Camapuã/MS
Politica

PSDB exigirá apoio do MDB em alguns estados como contrapartida para anunciar apoio a Tebet

O PSDB decidiu exigir o apoio do MDB em alguns estados como contrapartida para anunciar apoio formal à pré-candidatura da senadora Simone Tebet à Presidência.

Segundo o presidente do PSDB, Bruno Araújo, esse apoio deverá se dar no Rio Grande do Sul, em Pernambuco e no Mato Grosso do Sul.

Nesta semana, o ex-governador de São Paulo João Doria anunciou a desistência da pré-candidatura ao Palácio do Planalto. Nesta quarta (25), Simone Tebet disse não ter dúvidas de que contará com o apoio do PSDB.

“Consideramos essencial que os três partidos sigam juntos na eleição presidencial, PSDB, MDB e Cidadania, está tudo encaminhado para a escolha da Simone Tebet, mas queremos que o MDB apoie nossos candidatos no Rio Grande do Sul, Pernambuco e Mato Grosso do Sul”, disse ao blog Bruno Araújo.

Dentro do PSDB, um grupo minoritário segue defendendo uma candidatura própria. Diante disso, a cúpula tucana decidiu adiar a reunião da Executiva que iria oficializar o apoio a Tebet.

Na avaliação da cúpula, apesar da divergência interna, o apoio à senadora do MDB está garantido. A ala que defende a candidatura própria e tentou convencer o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) a ser candidato não teria força para fazer prevalecer a posição.

Tasso, inclusive, passou a dar declarações sinalizando apoio à candidatura de Tebet e, inclusive, com a possibilidade de ele ser vice da senadora.

No Rio Grande do Sul, o candidato tucano deve o ex-governador Eduardo Leite. Em Pernambuco, a candidata é Raquel Lyra. E, no Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel. Além desses três Estados, os tucanos avaliam como estratégico também manter o governo de São Paulo, onde PSDB e MDB já estão unidos em torno de Rodrigo Garcia.

Leave feedback about this

  • Quality
  • Price
  • Service

PROS

+
Add Field

CONS

+
Add Field
Choose Image
Choose Video