junho 29, 2022
Rua Cuiabá, 372, Centro - Camapuã/MS
Esporte

Palmeiras x Atlético-MG: por liderança, rivais têm primeiro encontro do ano após 2021 “lá e cá”

Palmeiras e Atlético-MG chegam à quarta-feira em meio a uma rara semana de treinamentos no apertado calendário do futebol brasileiro. Alívio de jogos que vem em boa hora. Tempo extra de preparação para a primeira “final antecipada” do Campeonato Brasileiro. Donos das principais taças da última temporada, Galo e Verdão fazem o primeiro encontro de 2022 no domingo, ambos de olho na liderança da competição.

Atlético e Palmeiras mediram forças cinco vezes em 2021. Foram três duelos pelo Campeonato Brasileiro (um pela edição de 2020, esticada para o ano seguinte devido à pausa no calendário pela Covid-19) e dois pela Libertadores. O Galo não perdeu (duas vitórias e três empates), mas teve justamente no rival paulista a única decepção de um ano praticamente perfeito.

Na semifinal da Libertadores, os times empataram duas vezes. Na ida, em São Paulo, 0 a 0 graças a uma falha rara de Hulk. Aos 40 do primeiro tempo, o camisa 7 mandou na trave a chance de levar a vantagem para Belo Horizonte. Na volta, no Mineirão, o Atlético até saiu na frente com Vargas, mas Dudu fez o gol de empate aos 22 da etapa final. Classificação paulista graças ao critério do gol fora de casa, excluído do regulamento da Libertadores para 2022.

Os times, aliás, podem voltar a se encontrar pela competição continental nesta temporada. Galo e Palmeiras caíram do mesmo lado do chaveamento, e se eliminarem seus rivais nas oitavas, têm duelo marcado nas quartas de final. Dono da melhor campanha até aqui, o Verdão encara o Cerro Porteño, enquanto o Alvinegro mede forças contra o Emelec.

Líder x vice-líder, de novo
Se na Libertadores o Palmeiras eliminou o Atlético e caminhou rumo ao título em cima do Flamengo, no Brasileiro é possível dizer que tenha sido o Galo o grande responsável pelo Verdão ter “desistido” mais cedo do torneio vencido pelo time mineiro. Principalmente pelo jogo da ida, em 14 de agosto, no Mineirão ainda vazio pela proibição de público nos estádios.

Na ocasião, assim como agora, os rivais se enfrentaram valendo a ponta da tabela. O Galo era líder com 34 pontos, mas tinha o Palmeiras no retrovisor, com 32. Duelo da melhor defesa (mineira) contra o melhor atacante (paulista), que acabou tendo roteiro invertido.

O Palmeiras jogou com um a menos por quase 60 minutos, após expulsão polêmica de Patrick de Paula – indignado com a decisão, o técnico Abel Ferreira também acabou expulso pelo árbitro Bruno Arleu. O Galo dominou completamente as ações do jogo, venceu por 2 a 0 com dois gols de Savarino e abriu cinco pontos de vantagem na liderança.

No returno, focos distintos
O Atlético-MG manteve campanha consistente durante todo o Brasileirão 2021, e reencontrou o Palmeiras no segundo turno podendo encaminhar a conquista da taça para a partida seguinte, contra o Fluminense. E a situação parecia até tranquila para o lado mineiro, já que Abel Ferreira decidiu ir a campo com um time todo reserva. O foco paulista era outro: em quatro dias, haveria a final da Libertadores contra o Flamengo, no Peru.

Mas o Galo teve dificuldade contra os reservas do Verdão, e acabou tendo de adiar a conquista do título nacional. Saiu atrás do placar duas vezes, nos gols de Wesley e Deyverson, e só conseguiu o empate em 2 a 2 graças aos gols de Zaracho e Hulk.

Sem a vitória, o time de Cuca acabou tendo de esperar um pouco mais para confirmar o troféu, que veio diante do Bahia, duas rodadas depois. Já o Palmeiras de Abel Ferreira teve missão cumprida. Com os titulares descansados, venceu o Flamengo na prorrogação em Lima e conquistou o bi seguido da Libertadores.

Voltando no tempo: fim de 2020 em 2021
Mas antes de tudo isso, Atlético e Palmeiras se enfrentaram pela primeira vez em 2021 no dia 25 de fevereiro. Aliás, em situação bem semelhante para o Verdão. No Mineirão, Abel Ferreira mandou novamente os reservas a campo para a última rodada do Brasileiro de 2020.

Perdeu por 2 a 0, com gols de Jair e Eduardo Sasha, mas não teve do que reclamar. Apenas três dias depois, o Palmeiras iniciaria a disputa da Copa do Brasil contra o Grêmio para conquistar o quarto título de sua história.

Leave feedback about this

  • Quality
  • Price
  • Service

PROS

+
Add Field

CONS

+
Add Field
Choose Image
Choose Video