junho 30, 2022
Rua Cuiabá, 372, Centro - Camapuã/MS
Musica

Naiara Azevedo fez sertanejo ‘cachaceiro’ e ‘funknejo’ com Catra até estourar ’50 reais’

Se os cantores do “BBB22” fizessem um festival de música, seria a plateia com o público mais diverso do Brasil. A começar pelas duas cantoras mais ouvidas, com estilo quase oposto, do sertanejo padrão com Naiara Azevedo à eletrônica alternativa com Linn da Quebrada.

Naiara de Fátima Azevedo tem 32 anos e nasceu em Farol, no interior do Paraná. Ela morava na fazenda, cantava no coral da igreja e foi estudar estética numa cidade maior, Umuarama.

O desejo de cantar a levou a fazer shows em barzinhos da região, mas foi só em 2011 que lançou o primeiro álbum “Exclusividade”. O pop-rock sertanejo lembrava o de Luan Santana, então recém-estourado.

A música que mais apontava o futuro da Naiara era “Coitado”, uma resposta ao funk “Sou Foda” e aos homens arrogantes.

Naiara ainda se mudaria para outra cidade maior do Paraná e lá gravaria o DVD “Ao Vivo em Londrina” (2014). Este era mais bem produzido e tinha o som do “sertanejo pegação “da época, como o “funknejo” em parceria com Mr. Catra, “Mulher não trai”.

A cantora já estava namorando Rafael Cabral, empresário sertanejo conhecido, que também teve no elenco Humberto e Ronaldo e Gabriel Gava. Eles se casaram em 2016 e se separaram em 2021.

Naiara foi para Goiânia e gravou “Totalmente Diferente”, o DVD que tinha “50 Reais” em 2016, mesmo ano em que o feminejo explodiu.

O g1 fez um levantamento na época com as estrelas do estilo para ver qual era a marca de cada uma. A Naiara era campeão das letras “cachaceiras”. O DVD dela tinha até mais citação a bar e bebida do que o da Maiara e Maraísa.

O DVD teve outras músicas conhecidas, como “Ex do Seu Atual”. Mas nenhuma chegou perto do sucesso de “50 reais”, nem naquela época e nem até hoje na carreira

A música dela que mais chegou perto do maior sucesso foi “Pegada que desgrama”, de 2017. A faixa tem o vozeirão da Naiara, mas um romantismo mais tradicional.

Naiara Azevedo também compõe, mas uma parte pequena do seu repertório é assinada por ela. São 27 músicas registradas no Ecad, incluindo “Coitado”, “50 reais” e “50 porcento”, que ainda não foi lançada.

Confusão com família de Marília Mendonça

A música “50 porcento” causou a primeira treta do programa, antes mesmo de começar.

Em 2020, ela estava produzindo um projeto chamado “Juntas”, que teria parcerias com várias cantoras. Ela gravou com a Marília Mendonça o clipe de “50 porcento”.

Só que o projeto nunca saiu. Logo antes de entrar no BBB, Naiara anunciou que tinha regravado a música em dezembro de 2021, para o álbum que ela deixou pronto pra lançar ao longo do BBB. Na gravação, ela canta a música e coloca trechos do clipe com a Marília cantando.

A estratégia parece com a do Rodolffo no “BBB21”. O g1 já mostrou como isso deu certo e eles emplacaram “Batom de cereja”, estourada durante o programa, que virou a música mais tocada no ano passado no Brasil.

Uma música póstuma com Marília era garantia de hit, só que virou a maior confusão. Entenda abaixo:

O irmão da Marília, João Gustavo, postou no Twitter que a Naiara queria usar a irmã pra “se promover” e que “ia fazer de tudo pra ela sair do programa”
A equipe da Naiara disse que a música era uma “homenagem”, e que não havia problema
Mas a família da Marília subiu o tom e se disse magoada porque Naiara nunca os procurou para falar da música
A equipe da Naiara deu um passo pra trás e disse que, se a família não quisesse, eles não lançariam a música
No meio disso tudo, a Naiara já estava confinada e não sabia de nada. Ela chegou a até a cantar a música na casa, dizendo aos colegas que ela vai sair em fevereiro.
Na última sexta (21), a família de Marília Mendonça autorizou que a música seja lançada desde que o clipe com imagens editadas da cantora não seja utilizado.
João Gustavo até pediu desculpas pela “forma impulsiva” como agiu ao criticar o lançamento, mas explicou o motivo.

“Peço desculpas pela forma intempestiva como agi, criticando de uma forma dura a artista Naiara… quando minha mãe tomou conhecimento do vídeo que queriam lançar, ela ficou muito triste, e vê-la daquela forma me fez perder a cabeça e agir de uma forma impulsiva. Hoje, de cabeça fria, reconheço que fui duro nas palavras e por não ter compromisso com o erro, peço desculpas à Naiara e toda sua equipe.”

Leave feedback about this

  • Quality
  • Price
  • Service

PROS

+
Add Field

CONS

+
Add Field
Choose Image
Choose Video