julho 3, 2022
Rua Cuiabá, 372, Centro - Camapuã/MS
Esporte

Em busca de estabilidade e agora sem o fantasma de Jesus, Flamengo tem série contra rivais em crise

Apesar das quatro vitórias consecutivas no Maracanã, que proporcionaram um salto na tabela do Brasileiro e a classificação em primeiro lugar na Libertadores, o Flamengo ainda está longe de um cenário tranquilo. O futebol inconsistente é o principal motivo.

Nesta quinta-feira, porém, Paulo Sousa teve a pressão sobre si atenuada. Jorge Jesus, ídolo da torcida e sua maior sombra nos últimos meses, foi anunciado como novo treinador do Fenerbahçe.

Como dito, é apenas um atenuante porque o Flamengo segue distante de apresentar futebol convincente. Venceu Fluminense no sufoco e Sporting Cristal e Goiás com vantagem mínima.

E o que o Flamengo tem pela frente para se aproximar de um cenário estável? Quatro adversários em crise, dois no Maracanã e outros dois fora do Rio de Janeiro.

Acostumado a viver em ebulição na atual temporada, os rubro-negros têm ao seu favor a experiência com a constante turbulência para tentar tirar proveito de rivais fragilizados.

São eles Fortaleza, Bragantino, Internacional e Cuiabá. Entenda a crise de cada um abaixo.
Fortaleza (domingo, às 16h, no Maracanã)
Em que pese a histórica classificação para as oitavas de final da Libertadores com vitória sobre o Colo Colo no Chile, o Fortaleza chega muito pressionado para o duelo no Maracanã.

Não venceu no Campeonato Brasileiro, soma apenas dois pontos, é o lanterna e vem de derrota no clássico com o Ceará – 0x1.

Além disso, não tem os titulares Tinga, Felipe e Lucas Lima disponíveis para o jogo com o Flamengo. Reservas de peso, Ceballos e Renato Kayzer, carrasco do Flamengo no ano passado, também estão fora.

Bragantino, rival no próximo dia 8, tem “maio tenebroso”
Ex-Flamengo , o técnico do Bragantino, Maurício Barbieri, resumiu o mês de maio como “tenebroso”. Também pudera. Foram cinco derrotas e três empates, além de duas eliminações.

A seca de quatro jogos no Brasileiro fizeram o time cair da segunda para a 14ª colocação. Na Libertadores, derrotas para Estudiantes-ARG e Nacional-URU não só resultaram na queda, mas também na lanterna do Grupo C, posição que tirou a equipe até mesmo da Sul-Americana.

Para completar, na última terça-feira, pela Copa do Brasil, perdeu para o Goiás em casa no tempo normal (0x1) e acabou eliminado nos pênaltis.

Inter: pressão por atraso e empates em excesso
Adversário do Flamengo no próximo dia 12, em Porto Alegre, o Internacional vive instabilidade motivada não apenas por resultados ruins, mas também devido a divergências entre elenco e diretoria. Insatisfeitos pelo atraso dos direitos de imagens, atletas colorados decidiram não treinar na quarta-feira.

+Jogadores do Inter protestam por direitos de imagem atrasados, e treino é cancelado
+Bastidores: “rebelião” no Inter gera desconforto e constrangimento por atraso em pagamentos

O presidente do Inter, Alessandro Barcellos, surpreendeu-se com o movimento dos jogadores, mas a crise foi atenuada à tarde com o depósito de duas parcelas referentes aos direitos de imagem que estavam em aberto com o grupo.

Se o ruído entre direção e jogadores foi minimizado, os resultados em campo também não impressionam. Em maio, o Inter só venceu pela Copa Sul-Americana. No Brasileiro, empatou todos os cinco jogos disputados, três em casa (Avaí, Corinthians e Atlético-GO) e dois fora (Juventude e Cuiabá).

O Inter atualmente é o 11º colocado, com 11 pontos, um a menos do que o Flamengo.

Cuiabá também tem maio para esquecer
O mês do Cuiabá foi composto por uma única vitória, cinco derrotas e dois empates, o que corresponde a um aproveitamento de 20,8%. A exemplo do Bragantino, sofreu duas eliminações, uma na Copa do Brasil e outra na Sul-Americana.

Pelo Brasileiro, foi derrotado por Athletico-PR, São Paulo e Santos. O Peixe, aliás, foi o primeiro clube a fazer quatro gols (4 a 1) sobre o Dourado desde a subida estreia na Série A, em 2021. O único ponto no mês veio em empate com o Inter-RS.

Atualmente na zona de rebaixamento, o Cuiabá é 17º colocado, com oito pontos, e enfrenta o Flamengo no próximo dia 15, às 20h30 (de Brasília), no Maracanã.

Pedreira depois da série
Embora se saiba que Fortaleza e Bragantino tenham se estabelecido em 2021, que o Internacional é um rival histórico com quem faz clássico nacional e que o Cuiabá se notabilizou por uma defesa segura, o Flamengo, calejado por inúmeras turbulências na atual temporada, tem chance de tirar uma casquinha desses rivais.

Ainda mais sabendo que o adversário que o espera após a sequência é o Atlético-MG, atual campeão brasileiro, da Copa do Brasil e da Supercopa. O Galo é também um dos atuais líderes, com 15 pontos. Emplacar uma sequência de vitórias é uma forma de chegar forte para um dos duelos diretos de 2022.

Confira os próximos quatro jogos do Flamengo:
05/06 – Flamengo x Fortaleza, 16h, Maracanã – Brasileiro (Rodada #9)
08/06 – Bragantino x Flamengo, 20h30, Nabi Abi Chedid – Brasileiro (Rodada #10)
11/06 – Internacional x Flamengo, 21h, Beira-Rio (Rodada #11)
15/06 – Flamengo x Cuiabá, 20h30, Maracanã – Brasileiro (Rodada #12)

Leave feedback about this

  • Quality
  • Price
  • Service

PROS

+
Add Field

CONS

+
Add Field
Choose Image
Choose Video