julho 3, 2022
Rua Cuiabá, 372, Centro - Camapuã/MS
Esporte

Bustos cita escorregões e lamenta empate do Santos, mas diz: “Competição segue aberta”

O técnico Fabián Bustos não ficou safisfeito com o empate do Santos com o Unión La Calera em 1 a 1, na noite desta quinta-feira, em Viña del Mar, pela Copa Sul-Americana. Para o treinador, o Peixe foi melhor em campo, mas pecou nas finalizações.

De acordo com o treinador santista, o objetivo do time era conquistar a vitória no Chile, mas a disputa para avançar na Copa Sul-Americana segue aberta e o Peixe ainda tem chances de avançar.

– Começamos bem. Tomamos um gol por um erro nosso. O Calera equilibrou o jogo. Tivemos as chances mais claras no primeiro tempo. No segundo tempo, eles tiveram domínio territorial, a posse, mas só lembro de uma jogada onde Passerini faz falta e vai sozinho. Foi a única situação clara de gol deles. Nós tivemos chances melhores. Não tivemos uma boa partida nas finalizações. Faltou trabalhar melhor a bola e agredir mais. Mas o rival mereceu, uma equipe que está invicta, líder do grupo. Teve a vantagem de ter dois jogos em casa e um fora e fomos o contrário.

– Não existem desculpas. Queríamos os três pontos. Não jogamos uma boa partida ofensiva, mas tivemos a chance mais clara nos últimos cinco minutos, um lance cara a cara de Baptistão com Arce. Não estamos contentes ou conformados. Mas a competição segue aberta e com chances de conseguir o objetivo – disse o técnico

Bustos também reclamou das condições do gramado do estádio Sausalito, que estava muito escorregadio. Ele citou, como exemplo, um lance em que Jhojan Julio recuperou a bola dentro da área adversária, mas não conseguiu concluir a gol.

– Tem uma jogada onde o Jhojan Julio fica sozinho na área para fazer o gol e escorrega no gramado. Foi um gramado que provocou muitos escorregões.

O Santos segue na disputa do Campeonato Brasileiro, da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana. O técnico do Peixe ressaltou que não irá priorizar alguma competição neste momento, mas destacou a maratona que o time terá na sequência da temporada.

“Não entendi o que o Bustos fez no jogo de hoje”, diz Isabel | A Voz da Torcida

– Para o Santos tudo é importante. Começamos bem no Brasileirão, a Copa do Brasil também é importante. E, obviamente as copas internacionais como a Copa Sul-Americana. Temos a obrigação de competir e tentar conseguir ao máximo os objetivos em cada uma. Agora temos que pensar no jogo de segunda-feira contra o São Paulo, depois viajar para Quito, e logo voltamos para jogar em casa no Brasileirão. Depois temos que jogar pela Copa do Brasil. Não temos descanso. Não é uma desculpa, mas temos que nos preparar para as partidas, fazer valer nossa condição, conquistar pontos em casa na Sul-Americana, no Brasileirão e na Copa do Brasil. E quando jogarmos fora tentar somar pontos e fazer bons jogos.

Leave feedback about this

  • Quality
  • Price
  • Service

PROS

+
Add Field

CONS

+
Add Field
Choose Image
Choose Video