Início Internacional Chile decide por ampla maioria que terá nova Constituição

Chile decide por ampla maioria que terá nova Constituição

41
0
COMPARTILHAR

Eleitores decidiram por ampla maioria que o Chile terá uma nova Constituição, indica a apuração do plebiscito histórico organizado neste domingo (25), um ano depois da onda de protestos que tomaram o país.

Com 99,8% das urnas apuradas, os resultados apontavam 78,2% dos votos como favoráveis a uma nova Constituição. Além disso, 79% preferiam que o texto seja debatido por uma nova comissão a ser eleita posteriormente

Logo após o fechamento das urnas, centenas de manifestantes voltaram à Praça Itália, em Santiago. O local se tornou um símbolo dos protestos que tomaram o Chile em 2019 e que levaram à proposta de uma nova Constituição (leia mais sobre as manifestações no Chile no fim da reportagem).

Chilenos participam de ato na Praça Itália, em Santiago, neste domingo (25) após plebiscito que aprovou nova Constituição para o Chile — Foto: Esteban Felix/AP Photo

Com a decisão deste domingo, os chilenos devem escolher quem comporá a comissão constituinte. Depois que o novo texto for debatido e aprovado por esse grupo, outro plebiscito — provavelmente em 2022 — decidirá se o Chile adotará ou não a nova Constituição.

Em pronunciamento, o presidente do Chile, Sebastián Piñera, elogiou o processo eleitoral. “Hoje, triunfaram a cidadania, a democracia e a paz sobre a violência”, afirmou.

Protesto na Praça Itália, em Santiago, neste domingo (25) de plebiscito sobre nova Constituição para o Chile — Foto: Ivan Alvarado/Reuters

“Uma nova Constituição nunca parte do zero”, acrescentou o presidente.