Início Camapuã/MS ROGÉRIO ROSALIM PEDE DESCULPAS AO POVO DE CAMAPUÃ

ROGÉRIO ROSALIM PEDE DESCULPAS AO POVO DE CAMAPUÃ

464
0
COMPARTILHAR

O prefeito de Figueirão, Rogério Rosalim Rodrigues, anteriormente conhecido como Rogério da 3R, num ato que devemos classificar de extrema grandeza, pede desculpas a população de Camapuã em razão do mesmo ter sido o patrono e grande incentivador do senhor Delano Huber para se tornar prefeito do município.

Não sabia Rosalim, tamanha incompetência que estava oferecendo para o município de Camapuã como opção político administrativa para o quadriênio 2017/2020, ao abonar o nome de Delano Huber, sendo um dos maiores patrocinadores da eleição de Delano, na visão de Rosalim por se tratar de um grande produtor rural, esperava que o mesmo soubesse alguma coisa de gestão pública ou que teria grande facilidade em aprender com rapidez, no entanto ocorreu tudo ao contrário das expectativas.

Durante a campanha eleitoral senhor Delano fez promessas de toda ordem e na maioria delas sem a menor condições de cumpri-las, podemos destacar quando falou na fabrica de sapatos para o município, sobre a construção de 150 casas no primeiro ano de gestão, ainda, falou-se muito sobre o fechamento de torneiras, o que não ocorreu, muito pelo contrário, relacionado a torneira ele abriu comportas inviabilizando e ultrapassando o limite de gasto com folha de pessoal.

Dentre tantos desmandos e fracasso administrativo, podemos citar a plantação de urucum, um verdadeiro fiasco no agronegócio, na área de educação o prefeito sequer consegue colocar portas em banheiros, na área rural não se produziu nada em favor dos produtores, na área da saúde o único resultado foram a  troca de seis secretários em menos de três anos, o grande fiasco do prefeito é na área política, viaja quase todos os dias para a capital do Estado, segundo ele na busca de recursos para Camapuã.

Acontece que para viabilizar obras e recursos do governo Estadual ou Federal, necessita de projetos bem elaborados, isso ele não descobriu ainda, fazendo apenas turismo e sendo grande consumidor de diárias polpudas, enfim, se fossemos enumerar todas as besteiras e os descaminhos trilhados por Delano Huber, teríamos que ocupar mais de quinhentas páginas de um jornal standard, o que não é possível de uma só vez.

Rosalim, sentindo-se envergonhado, com tanto desacerto praticado pelo seu afilhado político Delano Huber, vem se apresentar como alternativa política para substitui-lo no poder executivo, infelizmente a pretensão de Rosalim, em reparar o mau causado a Camapuã esbarra na Constituição Federal, pois é vedado a qualquer pretendente ao cargo executivo, exerce-lo por mais de duas vezes consecutivas: